terça-feira, 26 de julho de 2016

Governo convoca empresas para implantação do VLT em Maceió

25/07/2016 - Gazetaweb

Edital foi publicado nos Diários Oficiais da União e do Estado na última sexta-feira (22)  COMENTE


VLT ligará o centro de Maceió ao Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Rio Largo
FOTO: ILUSTRAÇÃO

Um importante passo para a implantação do VLT (Veículo Leve sobre os Trilhos) em Maceió foi dado na sexta-feira (22), com a publicação do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) nos Diários Oficiais da União e do Estado, pela Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag). 

A PMI torna pública a intenção do Governo de Alagoas em realizar uma parceria público-privada que viabilize a construção do VLT que ligará o centro de Maceió ao Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Rio Largo.

 edital publicado pelo Executivo estadual autoriza empresas privadas a desenvolverem projetos e estudos de viabilidade da obra, contemplando sua implantação, ampliação, manutenção, operação e gestão do modal. 

As empresas interessadas em executar os estudos de viabilidade da obra deverão obter a autorização para a manifestação de interesse em quinze dias úteis, a contar da data da publicação, por meio de requerimento por escrito, considerando o disposto no art. 9º do Decreto Estadual nº 16.879/2011, a ser entregue na Unidade do Programa de Parcerias Público-Privadas na sede da Seplag, Centro. 

O secretário de Planejamento, Gestão e Patrimônio, Christian Teixeira, ressaltou a importância desses convênios. "É de total interesse do Governo do Estado que parcerias que visem facilitar a vida dos alagoanos sejam firmadas. Mais agilidade, conforto e segurança no deslocamento dos cidadãos são imprescindíveis na construção de uma nova Alagoas", conta o secretário. 

A obra

A implantação do VLT será um marco na história de Maceió e Região Metropolitana, por ser tratar do primeiro corredor de transporte de massa do Estado. O empreendimento terá 20,1 km de extensão e ligará o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Rio Largo, ao centro de Maceió, utilizando o mesmo espaço das vias urbanas já existentes - Avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro -, facilitando o transporte de, aproximadamente, 150 mil pessoas todos os dias. 

O projeto será executado pela Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand) e visa à integração dos diversos modais de transporte, desde o aéreo ao rodoviário, com os ônibus de transporte coletivo municipal, intermunicipais e interestaduais. 

O VLT deverá contar com duas estações extremas, uma na região central da cidade, que será construída no mirante do Chalita, e a estação do Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. Além dessas estações extremas, compõem o projeto outros quatro terminais de integração modal, que permitem o fluxo de passageiros entre o VLT e os ônibus de transporte coletivo, e outras 13 estações de embarque e desembarque. 

Todas essas obras contarão com travessias de pedestres, incluindo equipamentos que promovem a acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida.

 O projeto do VLT prevê 25 trens, com capacidade para 400 pessoas cada. Nos horários de picos - início da manhã e fim da tarde - essa frota implicaria em aproximadamente 16 mil pessoas sendo transportadas pelo sistema.

 As estações previstas para o VLT serão dotadas de infraestrutura, que possibilitará o pagamento anterior ao embarque no veículo, reduzindo o tempo de embarque e desembarque, garantindo assim, maior agilidade e eficiência operacional. 

Além disso, o VLT oferecerá quatro linhas de transporte. A primeira, da estação central de Maceió até o terminal do Jardim Petrópolis, na altura do hipermercado Makro. A segunda, da região central à Universidade Federal de Alagoas; o terceiro, do terminal do Tabuleiro dos Martins ao Aeroporto, e a quarta e maior linha, do centro ao Aeroporto Internacional, em Rio Largo.

À frente da Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), Mosart Amaral, ressalta a transformação social proporcionada pela implantação do VLT. "É importante que o governo se disponha a firmar essas parceiras público-privadas, em especial para a realização de importantes obras como a de implantação do VLT, que transformará a mobilidade urbana da capital e toda a região metropolitana. Esperamos que as empresas se interessem em firmar essa parceria que beneficiará todo o cidadão maceioense, com um sistema de transporte rápido, eficiente e integrador. Como gestor, é gratificante participar desse marco histórico para nosso Estado. Estaremos, de fato, transformando o cenário urbano de nossa capital, contribuindo de forma relevante para a construção de uma nova Alagoas", revela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário